Silêncio

tangenciar:

Talvez eu nunca consiga te explicar claramente o que se passa na minha não-clara mente, portanto fique atento ao que eu tento não te dizer porque é nessa falha de fala que falo calada tudo o que faltei em te dizer. Em outras palavras: sou um silêncio que tem muita coisa pra falar, mas que se cala por medo de falhar.

“Você some, fingi que não viu, vai pra longe e eu aqui. Parece até loucura, mas se for, que me prendam se conseguirem me entender. Te vejo em cada rua, em cada prédio, em cada amanhecer. Percebo seus detalhes de longe, te encontro, e faço tudo outra vez; lá estava você com seu vestido florido e eu aqui com flores nas mãos. Você estava linda e eu nem sabia se sorriria ou não. O vento te soprou para o meu lado trazendo teu perfume, reacendendo a minha saudade, queimando meus planos. Plano de te esquecer, de te apagar da minha história. Foi apenas um vulto na lembrança. Eu sorri de novo, quis roubar todas as flores do teu vestido para me enfeitar, juntei minhas tralhas e recomecei o ciclo interminável de te amar e também te esquecer.”
“Então fica,
e faz dos seus braços
minha moradia.”
Tabacos (via redificando)
“Mas de repente você me beija, o coração dispara, e a consciência sente dor, e eu descubro que além de anjo eu posso ser seu amor.”
Banda eva.  (via redificando)
“Mas eu tenho um carinho infinito por você. Isso eu vou ter sempre, pro resto da vida.”
Azul é a cor mais quente. (via lettres-a-paris)
“E ele odiava saber que seu ponto fraco era ela. E ela amava saber que ele mesmo com tantas revoltas, idas, precisava dela.”
Os porquês de Amélia Roswell.  (via calmanaminhaalma)

O único problema é que eu preciso de ti, nem que seja pra brigar.

“Eu coleciono todo tipo de saudades.”
Pablo Henrique Dantas.    (via s-steady)
“Não era o bastante ser seu último beijo. Eu queria ser seu último amor.”
Quem é você, Alasca?   (via desvanecerte)
“E se tropeçar
Do chão não vai passar
Quem sete vezes cai levanta oito.”
Tiago Iorc  (via desvanecerte)
ȶm